Novo Instrumento de Avaliação de Cursos e a Autoavaliação

No novo Instrumento de #Avaliação de Cursos do #INEP, publicado no final de 2017, a AUTOAVALIAÇÃO, além de passar a ser mais exigida no item 1.13 – Gestão do curso e os processos de avaliação interna e externa (antigo item 1.15), em relação a apropriação dos resultados pela comunidade acadêmica e da existência de um processo de autoavaliação periódico, aparece como questão fundamental em muitos itens

1.14 Atividades de tutoria;
1.15 Conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias às atividades de tutoria;
1.17 Ambiente Virtual de Aprendizagem;
1.20 Número de vagas;
2.3 Atuação do coordenador;
2.4 Regime de trabalho da coordenação de curso;
2.12 Atuação do colegiado de curso ou equivalente;
2.15 Interação entre tutores, docentes e coordenadores de curso à distância;
3.5 Acesso dos alunos a equipamentos de informática;
3.8 Laboratórios didáticos de formação básica;
3.9 Laboratório didáticos de formação específica;
3.15 Núcleo de Práticas Jurídicas e
3.18 Ambientes profissionais vinculados ao curso).

Em muitos casos, é condição necessária para a Nota 4 ou para a Nota 5 no Indicador!

Saia na frente, consulte o #AvaliEducação e organize e otimize seu processo de autoavaliação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *